quarta-feira, 21 de outubro de 2009

A mochila de ouro.

http://3.bp.blogspot.com/_70UyhzXvd5Q/SgzHclzq2BI/AAAAAAAAAyc/cqmscV9dXZA/s400/Casa_Marimbondo1.jpg

A MOCHILA DE OURO

Havia dois homens, um rico e outro pobre, que gostavam de fazer peças um ao outro. Foi o compadre pobre à casa do rico pedir um pedaço de terra para fazer uma roça. O rico, para fazer peça ao outro, lhe deu a pior que tinha. Logo que o pobre teve o sim, foi para casa dizer a mulher, e foram ambos ver o terreno. Chegando lá nas matas, o marido viu uma mochila de ouro, e, como era em terras do compadre rico, o pobre não a quis levar para casa, e foi dizer ao outro que em suas matas havia aquela riqueza. O rico ficou logo todo agitado, e não quis que o compadre trabalhasse mais nas suas terras. Quando o pobre se retirou, o outro largou-se com a sua mulher para as matas a ver a grande riqueza. Chegando lá, o que achou foi uma grande casa de marimbondos; meteu-a num grande saco e tomou o caminho da casa do pobre e, logo que o avistou, foi gritando:
– “Ó compadre, fecha as portas e deixa somente uma banda da janela aberta”. O compadre assim fez, e o rico, chegando perto da janela, atirou a casa de marimbondos dentro da casa do amigo e gritou: – “Fecha a janela compadre!” Mal os marimbondos bateram no chão, transformaram-se em moedas de ouro, e o pobre chamou a mulher e os filhos para as ajuntar. O ricaço gritou então: – “Ó compadre, abre a porta!” Ao que o outro respondia: – “Deixa-me, os marimbondos estão me matando!” E assim ficou o pobre rico e o rico ridículo.

Sílvio Romero.

10 comentários:

Fatima disse...

Ótima história!
Cada um com o que merece.
Bjs.

Everson Russo disse...

Boa a historia, forte abraço amigo e um belo dia pra ti.

Sonia Schmorantz disse...

Histórias que são sempre lições...
Um abraço

Helô Müller disse...

Ainda não a conhecia e gostei da moral da estória!!
Linkei seu Blog dentre os que acompanho na minha página, assim ficaremos mais atentos às postagens!
Beijos
Helô

POESIA CÁ E LÁ disse...

Furtado, meu caro.
É bom ter um blog onde temos de tudo umpouco. E assim é teu espaço. Aqui podemos dar asas a toda nosa imaginação.
Parabéns pelo trabalho.

beijos ternurentos

Clau Assi

Giovani Pasini disse...

Gostei do seu texto, parabéns!
Se quiser visitar o meu blog,
falo sobre educação e cultura.
Quero divulgar os meus textos,
se puder prestigiar
é só visitar o endereço abaixo:
http://giovanipasini-educacao.blogspot.com

A partir de hoje sou seu seguidor!

REGGINA MOON disse...

Rosemildo,

Adorei!!!Muito bom mesmo...rs

O destino tem dessas coisas, como na estória que nos apresentou...!

Um grande beijo!!

Reggina Moon

Livinha disse...

Furtado,

É meu amigo, a vida é uma caixinha de surpresa, cheinha de peças, um quebra cabeças... Sabedoria, não está nas letras, nem nas posses, está na simplicidade, na honestidade... Feliz de quem acredita, tem a fé que em si habita, tem anjos a vos saudar....
Maravilhoso texto de lições e exemplos....

Fica na paz de Deus
Bjss

Livinh@__

Renata Braga disse...

Boa lição amigo....

São as pequenas atitudes que fazem a diferença.

Grande beijo.

Giulio Romeo disse...

Grande Furtado,

Como sempre, sabe das coisas !
Coloca textos super interessantes e muito bonitos.
Gosto muito das suas postagens,
continue sempre assim, com conteúdo e usando a linguagem do coração.
Um forte abraço e um "xero" no seu espírito lirico-poético.
Do seu amigo,
Giulio

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...