sábado, 4 de julho de 2009

O leão e o rato.

O LEÃO E O RATO
http://1.bp.blogspot.com/_qcrhZ-zG1SI/R-i6F0KbnpI/AAAAAAAAANc/1gIsLSlnmpg/s320/000003.jpg

Do solo um ratinho, às tontas,
surdiu do leão às patas.
Generoso como sempre,
se mostrou o rei das matas.

Deu-lhe a vida, mais sem prêmio
não ficam tais benefícios.
Quem diria que um ratinho
ao leão prestasse ofícios?

Sucedeu que, em certa rêde,
um dia, o leão caísse.
Não pôde desvencilhar-se,
por mais que em fúria rugisse.

Mas, mestre rato, acudindo,
tanto com os dentes roeu,
que, uma das malhas soltando,
a rêde tôda rompeu.
.........................................
Podem tempo e paciência
mais que fúria e violência.

Barão de Paranapiacaba.
1961.

8 comentários:

Sidney Ramos disse...

Amigo Rosemildo:
Estou fazendo aqui minha presença para lhe desejar uma ótima semana.
A minha começa recheada de compromissos após breve férias das salas de aula.
Fiquei muito feliz com suas palavras e de receber sua nobre visita.
Aqui venho sempre beber respirar o ar tranqüilo das suas belas passagens e poesias.
A palavra aqui faz muito bem.
Muito obrigado.
Gostaria muito de receber mais sua animadora visita.
Lá, assim como aqui, tudo também é feito com muito amor e lealdade.
Obrigado, volto sempre!

Ju Fuzetto disse...

obrigada pela visita em meu blog!

gostei de seus textos!

Lu Cavichioli disse...

Rosemildo, meu amigo, as fábulas são fascinantes, porque sempre nos trazem uma sábia mensagem de vida.

Adorei te ver no Quiosque do Pastel, viu? Obrigada pela visita, venha sempre.

grande abraço

Lu C.

Livinha disse...

Meu querido amigo Furtado, como é belo passar por aqui e ver tão gradiosas mensagens que tanto nos preenche os vazios e nos dar resposta...
De fato a paciência é a chave mestra das tentativas de acertos, que por conseguinte nos promover o pensar e assim nos dar a sabedoria do saber agir. Contrariando o ato de reagir, que nos promove erros as vezes imperdoáveis como até mesmo o da violência...
Parabéns, quando não tuas letras, seja as de quem quer que seja, muito bem escolhidas...

Mta Paz em tua vida, como mostra esse teu recanto sublime...
Deus o abençoe!

Bjss
Livinh@__

Canteiro Pessoal disse...

Furtado. Obrigada! Amei-te no meu espaço. E sobre as tais citadas por ti, letras pra mim nunca são baboseiras e, sim, um tijolinho a mais nesta minha reconstrução biográfica.

Beijos mil precioso e volte sempre, é uma honra recebê-lo.

Priscila Cáliga

AFRICA EM POESIA disse...

Passei e deixo um beijo


CHEGUEI...

Cheguei aqui e parei...
Cheguei aqui e sorri...
Sorri com muita força...
Pois sei que aqui sou eu...

Aqui paro e escuto...
E sei que escuto o que eu gosto
E sinto o carinho que me cerca
E sei que é um querer de verdade...

Porque aqui...eu estou...eu fico...eu sou!...
E quando a amizade é de verdade...
Eu cresço e fico muito maior...

É por isso...
Que eu sou pequena...
Mas muitas vezes...
Me sinto "grande"-

Lili Laranjo"Reticências Apenas"

REGGINA MOON disse...

Querido Rosemildo,

Isso é mesmo uma verdade, nada como a Santa Paciência, ela nos dá a única forma de equilibrarmos as nossas emoções...

Um grande abraço e um ótimo dia!
Vou ficar mais aqui te lendo...rs

Beijos!!!!!

Reggina Moon

Mariazita disse...

Uma fábula que, com sua capa de infantilidade, contém uma grande lição, como é apanágio das fábulas.
Ser magnânimo nas atitudes com os mais humildes acaba por trazer grandes vantagens.

Uma boa semana
Beijinho
Mariazita

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...