sexta-feira, 24 de julho de 2009

Minha mãe,Deus lhe pague!

MINHA MÃE, DEUS LHE PAGUE!
http://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/a/a8/Hexenszene_1700.JPG/300px-Hexenszene_1700.JPG

Mas deixai também meus senhores, nesta linda hora risonha, em que as emoções mais íntimas se atropelem dentro de mim, deixai que, mal acabe de vos agradecer, eu me ausente precipitado destas galas. Sim, deixai que o meu coração voe para longe daqui, fuja para a minha estremecida cidade de São Paulo e lá, comovido e respeitoso, penetre por um momento, muito de manso numa casa modesta de bairro, sem luxo. Nesta casa, a estas horas, nesta mesma noite, está uma velha toda branca, oitenta anos, corcovada, com o seu rosário de contas já gastas, a rezar diante da Virgem pelo filho acadêmico. Pelo filho que ela, a viúva corajosa, ramo desajustado, mas altaneiro, de família opulenta, criou, educou, fez homem. Deus sabe com que sacrifícios e com que ingentes heroísmos obscuros!

Deixai, pois, senhores acadêmicos, que o meu coração voe para a casa modesta de bairro, sem luxo, entre no quarto do oratório, ajoelhe diante da velha branquinha, beije-lhe as mãos, e, na brilhante noite engalanada deste triunfo, diga-lhe, por entre lágrimas:
– Minha mãe, Deus lhe pague!

Paulo Setúbal.

12 comentários:

REGGINA MOON disse...

(...)Deixai, pois, senhores acadêmicos, que o meu coração voe para a casa modesta de bairro, sem luxo(...)

Lindo demais esse texto!!
Parabéns Rosemildo!

Beijos e tenha um ótimo final de semana!!

Reggina Moon

Ah, não sigo muito o que Drummond diz não...rs

Livinha disse...

Minha mãe, Deus lhe pague...
Sabe Furtado, somente Deus, pois não há nada que pague sacrifícios e renuncias de uma mãe e somente os céus pode entender...

Feliz fim de semana!
Paz!

Bjss

António Manuel disse...

Caro: Fortado

Texto que nos diz muito!


Deixai, pois, senhores acadêmicos, que o meu coração voe para a casa modesta de bairro, sem luxo, entre no quarto do oratório, ajoelhe diante da velha branquinha, beije-lhe as mãos, e, na brilhante noite engalanada deste triunfo, diga-lhe, por entre lágrimas:
– Minha mãe, Deus lhe pague!

Grato pela leitura,

Tenha um otimo Fim de Semana

Eu entro de Fèrias atè ao Fim de Agosto



Os Meu Melhores Comprimentos

Antònìo Manuel

confesso disse...

Mães valentes, desteminadas...
Entre lágrimas e sorrisos agradecidos lhes somos...

Deus lhe pague Furtado pela oportunidade de ler tão belo texto.


Beijos agradecidos...

Anne M. Moor disse...

Furtado
Mãe está sempre presente conosco.

Lindo texto!

Abraço

Laís e Livia amigas disse...

Querido amigo:
Não fique triste por eu ter direcionado a mensagem. É a força do hábito!
Vc tbm é mto bem vindo, viu! ;)
Me desculpa?
Prometo que ficarei atenta ao seu comentário.
Um ótimo fim de semana pra vc!!! :)
Beijos, Laís.

CIBELE CAMARGO disse...

Lindo texto,querido !
Seu blog está lindo. Sucesso
Beijos,
Cibele

Fada do Mar Suave disse...

Um texto que emociona e nos leva à reflexão.
Beijosss da Fada do Mar Suave.

AFRICA EM POESIA disse...

Feliz por poder ler coisas tão belas
Deixo um beijo e um Domingo cheio de Paz...
No seu coração um beijo

stella disse...

Scritto molto bello, Rosemildo.
Baci e buona domenica!

Sonh@dor@ disse...

Olá Furtado!
Obrigado pelas belas mensagens que deixa no meu blog...é um Querido.
Que texto lindo, Mãe está sempre presente;
Bom Domingo
Beijinhos

Minhas Singularidades. disse...

Amigo,teu texto é belo,tens estilo próprio,és profundo sem ser meloso.
Mães,felizes qum as têm viva.
a minha me faz muita falta,partiu muito cedo,aquilo que mais sinto falta nela,seu jeito leoa,de me defender,sempre.sentia-ma protegida.
Romildo,eu sei que as coisas mudaram,tenho filhos e vejo como está o amor,mas ele existe,do jeito que for,cada um com sua cor,cada uma com seu sabor.
lindo domingo.Beijos da amiga Cris.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...