sábado, 18 de julho de 2009

Indiferença.

INDIFERENÇA
http://4.bp.blogspot.com/_vRzMeCqL2pY/STlWdFoMfEI/AAAAAAAAAOo/5cFTkWGJAJQ/s400/42-16300818.jpg

Não sei por que razão, não entendo,
porque insistes tanto em dizer que não.
Não vês o quanto estou sofrendo,
e tão machucado está meu coração?

Às vezes em que te procuro ver,
persistes sempre em me evitar.
Ignora que este pobre e humilde ser,
nasceu e vive somente para te amar.

Quando na rua te vejo passar,
meu corpo treme, meu coração aperta,
louco de desejo fico a te olhar.
Na minha solidão, uma ansiedade é certa,
sem a esperança de poder te amar.

R.S. Furtado.

14 comentários:

Helô Strega disse...

Querido Amigo Furtado!
Quanta sensibilidade nestes escritos.
Já sofri tanto com indiferença, acho que é um dos piores sentimento que podem rondar a alma humana. Doi tanto que às vezes parece que deixa a gente numa semi vida (sobre-vida).
Hoje ela já não doi tanto, tentei entender que era uma opção da pessoa não ter minha presença e chegar a este entendimento foi extremamente doloroso... Pra dizer ao certo nem sei se cheguei, mas resolvi tomar outros rumos...
Meu querido amigo saber que sou uma "Strega", desde que me entendo como humana neste mundo venho buscando neste mundo a cura para duas maldades (inconscientes ou não) da alma humana: uma refere-se ao desamor e outra a indifereça, ambas estão muito ligada, se é que não são uma só. Um dia encontrarei um porção mágica para acabar com estes males, quero fazê-los como raios de sol e gotas de chuva, acho que conseguirei atingir mais a alama humana.
Um beijo e um abraço tão forte quanto possam nunca deixar este mal te tocar!
Te gosto muito!

Helô

Déia disse...

Nossa! Não existe nada pior que a indiferença,.... esse sim é o oposto do amor...Parece que não somos ninguém, que somos indignos até de um olhar... e temos tanto amor para dar...
A dor parece arrancar um pedaço do peito, sem anestesia!
Que jeito dar? simplesmente se fortalecer, para isso passar logo.. e a gente poder amar quem nos dá valor!
bjs e adorei o post.

LadyButerfly disse...

Algo tão forte como o amor...
Será que algo nos enche mais o coração...?

Beijo grande amigo, continua sempre assim.

Paraguaya disse...

Amigo queridissimo.

Estou de volta e com saudades de comentar no teu espaço.

Olha essa suas palavras são realmente tocantes e ao mesmo tempo tristinhos. Quem é a dona de tanta inspiração?

Um otimo domingo e até mais.

Abraços.

Renata Braga disse...

Lindo... parece que todos estão na mesma sintonia....

Tudo que escrevestes... estou sentindo...

Muito lindo mesmo!
Bejosss

Ira Buscacio disse...

Rosemildo,
quero agradecer a visita e o comentário. Adorei seu espaço e vou add como seguidor.
De todos os sentimentos, a indiferença é o pior. Elimina a existência. Parabéns! bj

Sergio Gonçalves dos Santos disse...

persistencia

gato e rato
andam lado a lado
e se amam
assim desesperado
na fúria,
na ansiedade
de viverem colados
dividindo o talho
de queixo do rato,
antes porém: leite
de gato enamorado
pelo rato.
Queijo de rato
apaixonado
pelo gato
vivendo essa magia
de sermos animais
mamíferos.

É noite de lua cheia
sobre o telhado
galópam alados
de maos dadas:
o gato e o rato,
amor inseparável.

sergio, beija-flor-poeta

Livinha disse...

Meu querido amigo,
o amor é inconfundível
esplendoroso, vivo,
longe da imaginação..
Quem ainda experimenta da
paixão, é porque ainda não
sabe o que é o amor...
___________________________
Há uma frase que diz, quando a confusão ainda se encontra em torpor:
"Senhor perdoa, eles não sabem o que dizem..."

Gosto dos teus coments e hoje você
me inspirou..
Ainda hoje postarei meu proximo poema, Amor e Paixão...

Tenha uma semana grandiosa no que te possa tornar feliz o amor...

Bjss

algarideias disse...

Amigo Furtado...

A indiferença é uma erva daninha que ameaça engolir a humanidade... doí de cada vez que ouso escrever sobre ela... e apenas porque demasiadas vezes, não faço o suficiente para ajudar a erradica-la... é esse remorso que carrego... carregamos?... não há culpa que morra solteira, quando formos capazes de nos enxergar!... e aceitar a n/ imperfeição... quão mais perto estaremos... de aliviar o n/ coração!

Um abração de Portugal!

confesso disse...

Amar nos faz vivos e aquecidos, mas não haver reciprocidade é letal...


beijos cheios de esperança...

João disse...

Enquanto uns fecham os olhos, outros estão a nos vigiar. O coração dói, mas não para de bater!

Helô Müller disse...

Ela é quem está perdendo, afinal tanto amor genuíno disponível, não é qualquer um que recebe não...
E dar-se ao luxo de recusar, então, menos ainda!rs
( claro que cada um sabe onde o seu calo aperta...)rs
Beijos e parabéns!
Helô

Lucy disse...

A indiferença ,machuca muito.
Como disse a Déinha...é o "oposto do amor".

Beijos e um "feliz dia do amigo"


~**

Minhas Singularidades. disse...

Romildo adorei o texto,pois,acho,que nem um ser humano já não sofreu por momentos de indifernça,dói mais que o ódio.
Vistes ,amigo.
Amor existe,pasando pela história,pela trajetória,ele sofreu transformações culturais,mas o amor ,é o amor.
Este que clamas.É inerente ao ser humando querer resgatar,querer acredirar............Beijos da amiga Cris.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...