sexta-feira, 1 de maio de 2009

Nos tempos de outrora

Nos tempos de outrora
http://osabordaspalavras2.blogs.sapo.pt/arquivo/saudade.JPG

Se eu soubesse onde estás agora,
Juro-te, sairia sem atentar pra hora,
Correndo como louco, ao teu almejado encontro.
Te abraçaria e beijaria como antigamente,
Afogaria esta dor, imensa e persistente,
E dizimaria este meu terrível pranto.

E a saudade que me invade a todo o momento,
E que faz da minha vida um eterno tormento,
Mesmo assim, ameniza minha desilusão.
De jamais algum dia, eu ter-te de volta,
Seja sonho ou não, pra mim pouco importa,
O que importa é o alento pro meu coração.

Recordar os instantes juntinhos de ti,
E os prazeres do amor que contigo senti,
É tudo que quero, meu ser implora.
Pelos teus carinhos, beijos, devaneios,
Quando atendias todos os meus anseios,
Nos idos, passados, nos tempos de outrora.


R.S.Furtado

17 comentários:

Mariana Silveira disse...

Uau...
Que poema, que versos!
Que palavras, que sentimento!
Estou encantada!

Um abraço.
Bom final de semana.

LadyButerfly disse...

Nos tempos de outrora...
Qd todos os sonhos pareciam poder realizar-se...
Onde todos os sentimentos eram puros...
Esses tempos que me fazem chorar de alegria ao recoradar...

Adorei!
Beijo grande!!!

Sandra S. disse...

Belo post, delicia de se ler, e ainda mais belo ficou com esta imagem. Adoro o mar, sou apaixonada.

Quanto àquilo que eu escrevo, há quem veja amargura, sem dúvida, mas há, também, quem se depare com uma tentativa de descoberta do seu próprio ser.
Eu não sou uma pessoa amargurada, minhas palavras é que são. E, algumas vezes, nem as sinto sequer. Fluem, naturalmente.


Grande beijo e bom final de semana

Daniel Costa disse...

Rosemildo

Gostando de poesia, pelo menos, quando vem de encontro às minhas preferências, apreciei a de R.S. Furtado, que seleccionaste.
Abraço,
Daniel

Fabricante de Sonhos disse...

Rosemildo,

Também sinto falat de tempos de outrora... Mas é bom sentir saudade daquilo que marcou...
E se a gente lembra, é pq continua vivo em nós!

Muito lindo o teu texto!
Um homem em versos...

Tenha um lindo final de semana!

Beijo meu...

Fabricante...

Poemas e Cotidiano disse...

Um lindo poema.
Relembrando um passado, tao presente ainda...
Muito lindo!
Beijos
MARY

Laura disse...

A dor da saudade!
Lindo, Parabéns!!!

Bell disse...

Olá amigo, obgda pela sua visita! Seu poema é lindo, posso colocar no meu cantinho? Venho para lhe dar um selinho que postei no meu blog para meus amigos...passa lá dps? Abraços ;)

Rodrigo Leite disse...

isso daria uma musica linda. Parabens amigo! Esta maravilhoso!

Minhas Singularidades. disse...

Amigo,fico muito feliz que uma pessoa que escreve como tu,tenha interesse pela minha viagem de identificação,através do blog.
O teu texto é lindo,pois saudades dói,faz com que nos sintamos loucos em busca de quem amamos.Mas,lutamos até o fim,até a exaustão,quando não mais encontramos,temos que colocar coisas no lugar para não enlouquecermos,acho que aí entra o papel da arte.Caso a vida bastasse,não existiria a arte.Beijos da Cris.

Minhas Singularidades. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luísa Dettoni disse...

nossa... esses versos me trouxeram uma saudade imensa de alguém muito especial. Por um lado, é uma pena eu ter me identificado com eles.
Adorei o seu blog também. Obrigada por ter comentado no meu, estou começando agora e demorei a entrar no seu porque ainda estou aprendendo a fazer essas coisas. Nem sabia que existia um tradutor, mas obrigada pela dica.
Parabéns pelo blog!
grande abraço

GIULIO ROMEO disse...

Olá meu nobre amigo Furtado,
Como vai essa força, essa inteligência, essa simpatia e esse seu jeito carismático ? - espero que esteja bem e com saude !
Mais um post interessante e muito bonito. Parabéns, saiba que sou seu fã.
Um abraço e continue dialogando com Deus, pois tenho certeza que ele lhe ouve e até responde algumas vêzes.
Giulio

Sueli disse...

Rosemildo..
Entre tantas coisas, fui me deparar logo com isso!!!
O acaso não existe!
Essas suas palavras vieram de encontro ao meu momento.
Que coisa linda
Muito sucesso e muita inspiração, meu amigo.
um abraço
Sueli

Dina a Ciganinha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Dina a Ciganinha disse...

Rosemildo,
Agradecendo sua passagem e comentário no meu blog, como você vê, estamos sempre saudosos , enquanto a bela imagem do Marco Zero trouxe-lhe recordadções, com o seu poema não foi diferente!

Quem de nós , ao ler uma preciosidade de versos, que externam, tanto sentimento e leveza,e sobre-tudo sobejando poesia, não lmbraria das tantas coisas boas, do tempo que éramos livres para passearmos numa pracinha a noite , namorar a luz da lua ou a beira mar!

Meu preço!Gostei demais!

Seguindo seu blog!

Abreijos!

Jacqueline (Jackie) Hess disse...

Você é um romântico !
Adoro seus poemas de amor.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...