sábado, 4 de abril de 2009

Viver e sofrer...

VIVER E SOFRER...

Viver é um ato sempre participativo, com relacionamento dual e coletivo entre pessoas ou seres. Nós não podemos viver sem os outros, nem os outros sem nós. Por mais simples que sejamos, somos elos fundamentais no contexto existencial. A vida de cada um é entrelaçamento com os outros, numa preparação constante para melhor viver. Recebendo e dando experiência nos tornamos mais criativos na solução dos nossos problemas. E, também, aprendemos a criar novas e melhores possibilidades para a nossa vida individual e coletiva. Viver é, pois, ação constante, ininterrupta. Isso porque a vida é constituída de vibrações energéticas profundas e contínuas. Manifestações em diversas formas, inesperadas, surpreendentes. Agradáveis algumas, tristes outras. Felizmente, quase todas básicas à aquisição de novas experiências. Nesses fluxos e refluxos das nossas vivências, os anos vão passando rapidamente, deixando-nos algumas agradáveis e inesquecíveis lembranças. Entendemos que a vida é um ato heróico aos que têm coragem de enfrentar com altivez as constantes dificuldades que ela nos impõe.

Com o tempo, alguns momentos passados – sem fortíssimos envolvimentos emocionais – mais parecem um amontoado de sombras. Mas, as boas ocasiões ou aqueles momentos mais difíceis, são inesquecíveis. Os instantes mais agradáveis, quando relembrados, são manifestações de luzes que se acendem com toda intensidade. Evoca-se dentro de nós, o passado distante, textura normal do nosso sentido de vida. Dia a dia nos convencemos de que viver, além dos maravilhosos prazeres do corpo e da mente, é procurar resolver problemas. As dificuldades constituem as matérias básica que nos possibilita adquirir experiências. Sem os requisitos essenciais que, no exercício do viver, constituem os nossos problemas, talvez a evolução mental do ser humano não tivesse ocorrido de maneira relativamente rápida. Sem esse desenvolvimento, certamente não teríamos as valiosas e benéficas descobertas aí existentes. Somos seres em evolução mental constante, ininterrupta. E todo o conhecimento humano atual, é nada diante do futuro de nossa espécie.

Para entender a vida em sua expressão maior, o ser humano precisa sofrer ou passar por iniciações, através das quais, espiritualmente evolui. No final desse processo espiritual e cármico; após inúmeras reencarnações a alma se liberta e volta a sua origem: Deus. Como base dessa marcha envolvendo todos os seres humanos, os sofrimentos são contundentes. E, durante toda a existência, não cessam. Há apenas alguns intervalos, como pequenos períodos de descanso. A dor vem do nascimento até a transição ou morte do corpo físico. Além das dores físicas, há as sensações de tormentos profundos que, sutilmente, se intrometem na psique humana. O pior das dificuldades é quando uma ainda não está resolvida, outra logo aparece.

Os ingredientes básicos que nos motivam viver são, certamente, as nossas potencialidades interiores e se acreditar na própria razão de existir. Do contrario, como seres racionais, viver seria quase impossível. Uma boa maneira de se viver é procurar resolver os problemas existentes com autoestima e firme determinação. Autoestima gera confiança que nos capacita a encontrar as soluções mais adequadas aos nossos problemas. Sem amor a si mesmo é impossível a justa compreensão aos procedimentos dos nossos semelhantes. Como entender os outros, sem a minha manifestação de amor? A compreensão gerada pelo amor espiritual é o melhor, sensível e sutil meio para os entendimentos recíprocos. Enfrentar a vida, às vezes, é necessário usarmos de cambiantes procedimentos: da humildade à altivez e vice-versa. Diante do potencial proporcionado pela evolução do nosso ser, não devemos ser covardes diante das vicissitudes da vida. Frente a quaisquer circunstâncias, é fundamental entender que estamos aqui, exatamente, para viver. O que, com o avançar do nosso tempo, se torna mais importante é aprender a usar todo nosso potencial de experiências. Precisamos, também, entender que todos os nossos sofrimentos são ótimas lições de vida.


Otacílio Negreiros Pimenta
In Memorian

8 comentários:

Haialla Souza disse...

Noossaaa...
Lindo o texto. Tão simples, mas de uma profundidade incontestável!

Parabéns!
Abraços.

Bell disse...

Lindo texto mesmo! Parabens!
Obgda pela sua visita no meu blog e concordo sobre os governantes criarem vergonha na cara! Mas o 'dinheiro' corrompe qquer pessoa, não é?. Cabe a cada um NAO mergulhar no mar da corrupção. O carater e a boa educação de nossos pais são alicerces da moral e da verdade com a qual conduzimos nossas vidas. Abraços. Bell ;)

Laura disse...

É a auto estima é tudo, e viver é simples, a gente é quem complica....Abraços!

Maria disse...

BELÍSSIMO TEXTO, E OBRIGADA PELA VISITA. VIAREI SEGUIDORA SEMPRE.

H.Strega disse...

Ola querido amigo!
Muito belo seu texto e de muito boa qualidade em relação ao conteúdo.
Gostaria de saber se você me permite usá-lo com os alunos do ensino médio que dou aula de sociologia. Posso? Pode deixar que faço as devidas referencias.
Um abraço!

ellen disse...

Viver e sofrer andam de mãos dadas... é uma chatiçe que não se consegue evitar! apenas aceitar.

obrigada pela sua visita :)

Beijinho

ellen disse...

Traga consigo um Presente de Páscoa que tenho no meu Blog 'os meus miminhos'... este não engorda :)

Livinha disse...

Belo é o viver, esse que promove
a razão do ser.. Tão simples se torna quando vem acompanhado do compreender e da aceitação do Ser.
Do conhecer, do vivenciar, do sentir o belo nos acompanhar em toda a sua essência. Viver... e por que não viver? Estar de bem com a vida, ainda que diante de algumas folhas caídas, compreender, que outras virão. Daí se dar a renovação. O que era velho se renova e se aperfeiçoa tornando-se o novo...
Maravilhoso seu texto, quando tão bem colocado em poucas linhas você se envolveu no todo. Maravilhoso!!

Obrigada pela sua visita em minhas páginas, brincando ou falando sério,
faz parte de um viver prazeiroso quando podemos nos disponibilizar com o mundo, seja de que forma for. Atrás do virtual, existe um real e isto é vida!!
Parabéns e Obrigada
Abraços
Lívia

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...