sexta-feira, 30 de abril de 2010

Infância.

http://api.ning.com/files/bapt4bFTkewPs3B-pY1Yn3zyobzsUgObWf4L-LTs9ymJzAOPLz1MD2W1*zfNVYcPIYeTDXVv2YAUt2oUo424b0smiyiGRItd/Casa.jpg

INFÂNCIA

Não mais existe, a casa em que passei,
Meus descansados dias de criança.
O parreiral, que em sua sombra mansa,
Minhas primeiras lições estudei.

O jardim em flor - grata lembrança -,
Onde azuis borboletas eu peguei.
O cajueiro que em alta trança,
Sem temor tantas vezes me embalei.

O trajeto da vida hoje eu seguindo,
As mortas ilusões eu vou deixando.
Enquanto vagos sonhos vêm surgindo,

Só a infância nos dá num viver brando.
A morte, um doce adormecer sorrindo,
E um despertar pela manhã brincando.

R.S. Furtado.

23 comentários:

Sueli disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
reltih disse...

esos tiempos tan inolvidables...
un abrazo

Amor feito Poesia disse...

Olá!!!!!!!

A felicidade aparece para aqueles que choram.
Para aqueles que se machucam.
Para aqueles que buscam e tentam sempre.

Clarice Lispector

Te desejo um BOM FDS e muita poesia. M@ria

M@ria disse...

"Perguntar-se é uma maneira interessante de se
descobrir como pessoa pois as perguntas são
pontes que nos favorecem travessias."

[Pe. Fábio de Melo]

Bom Fds e beijos meus........M@ria

Chica disse...

Muito lindo e mesmo que nada mais existe, há as lembranças.abraços, lindo foim de semana,chica

Fatima disse...

E como a gente sente saudade de coisas que a gente nunca pensava que ia sentir!
Bjs querido.

Wanderley Elian Lima disse...

Olá amigo
A casa onde nasci e me criei, também não mais existe, em seu lugar construíram um prédio. Lá passei os melhores anos de minha vida, e até hoje a tenho na lembrança e no coração.
Um lindo fim de semana
Abração

Nydia Bonetti disse...

melancólico, mas tão bonito, Furtado... bom final de semana. abraços.

Sonhadora disse...

Meu querido amigo
Lindo poema, as lembranças da infância, são tão boas.

Deixo um beijinho com carinho.

Sonhadora

Lady disse...

Olá!
Vim conhecer seu espaço se me permite.
Lindo seu poema.
Minha infância foi a melhor fase da que vivi.
Saudades do tempo bom, que não volta mais...
Tenha um ótimo fim de semana.
Beijo carinhoso
Lady

Felina Mulher disse...

Que lembranças boas meu amigo, fizeste recordar das minhas.

Um doce beijo e um maravilhoso feriado.

stella disse...

Rosemildo l'infanzia...bell'età!
Abbraccio.

Lu Nogfer disse...

Ola Furtado!

Linda poesia!

Como é bom relembrar a infância nao!?Todas as brincadeiras,as sapequices...Quando recordamos,até nossos presentes momentos se tornam mais brandos!

Desculpe a demora de vir aqui!E que a correria é mesmo muito grande!

Obrigada por sua visita em meu cantinho!Bem vindo e sinta-se a vontade lá!

Gostei de te ler porque alem de excelentes poesias ainda nos informam a respeito das grandes figuras da letra que admiramos!

Parabens pelo blog!
Delicia te ler!

Beijos

Everson Russo disse...

Tempos bons que hoje so ficam na memoria,,,mas que são bons de se recordar...belo sabado pra ti amigo...fraterno abraço e fica na paz de Deus.

Lou Witt disse...

Que lindo poema lembrando da infância!!!

Meu carinho e um lindo final de semana, querido amigo!!!

daufen bach. disse...

OLá meucaro amigo!
passando para te ler e desejar um lindo final de semana. Quero também te fazer um convite. Eu tenho um blog onde posto somente poemas de amigos e poetas do mundo todo, somente pessoas que através de blogs ou e-mails mantiveram contato comigo. depois que publico, a cada trinta dias faço divulgação... gostaria muito de ter vc por lá.
se quiser participar é so me enviar uma foto tua, uma breve biografia ou história de vida e, claro. dois ou três poemas. farei a publicação com o maior prazer.
te eviar o link do blog para que conheças:
http://sociedadedospoetasamigos.blogspot.com/

se topares me envia os ddos que disse acima no e-mail:

daufen_bach@ymail.com

forte abraço a ti meu amigo!

daufen bach.

Anne Lieri disse...

Furtado,quantas lembranças doces nesse belo soneto!Como é bom ser criança!Abraços,

Livinha disse...

"Só a infância nos dá num viver brando.
A morte, um doce adormecer sorrindo,
E um despertar pela manhã brincando."

Ai meu amigo e lá está ela, minha criança pelas manhãs sempre me chamando...

Lindo, lindo teu poema. Me comoveu, fez-me fazer a viagem até meus anos dourados, onde nada me preocupava e sequer sabia quem um dia seria o meu principe encanto.
Saudade em dose dupla!

Amei!
bjs
Livinha

Ps:Manas mia, estiveram em João Pessoa, mês passado. Foram lá na casinha da infancia, tiraram fotografia e me mandaram.
Chorei e achei engraçado, ela está do mesmo jeito essa foi a emoção, o engraçado é que na infancia, tudo parece imenso e hoje olhando depois que cresci, ela parece tão pequena, como um canteiro no jardim. mas continua com o suave das flores...

Um dia quando a inspiração chegar, vou posta-la em meu recanto.

Outros beijos mais
Livinha

M@ria disse...

Aquele que conhece os outros é sábio;
mas quem conhece a si mesmo é iluminado!
Aquele que vence os outros é forte; mas
aquele que vence a si mesmo é poderoso!
Seja humilde e permanecerás íntegro.


- Lao Tsé –

Uma noite de muita paz e amor!M@ria

M@ria disse...

Aquele que conhece os outros é sábio;
mas quem conhece a si mesmo é iluminado!
Aquele que vence os outros é forte; mas
aquele que vence a si mesmo é poderoso!
Seja humilde e permanecerás íntegro.


- Lao Tsé –

Uma noite de muita paz e amor!M@ria

Bruna Furtado disse...

Lindo poema vovô!
Com relação a tio Alberto
ele está dando assistência
já fez 2 visitas e olhou os
exames!

Beijos
Te amo muito
saudade

Amor feito Poesia disse...

Amar é uma mistura de alegria e medo;
de paz por um lado e ameaça de guerra pelo outro.
É pensar que a felicidade tem nome e endereço.
É temer não estar à altura. É sofrer tanto quanto querer.

Bruno Campel

Beijos & Flores.........Feliz Domingo!!

Tais Luso disse...

Nada como uma infância feliz que traga, depois de anos, versos tão belos. Tenho saudades de minha infância despreocupada, sem temores, com um lindo quintal, pés no chão, brincando com coisas de criança... Eu pude ser, também, uma criança! E isso foi um privilégio. Hoje, tudo mudou. Que pena.

Bjs
Tais luso

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...